18 de out de 2012

Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo

Olá queridos, tudo bem?

Eu, sempre na correria, imagino que vocês também estejam, né?
Nosso blog tem trazido, em algumas postagens, temas como acessibilidade cultural, literatura surda e inclusiva, audiodescrição. Hoje, seguindo por esta linha, quero falar do lançamento de uma coleção literária chamada "Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo", que faz uma releitura dos contos de fadas imaginando os personagens com alguma diferença.
Você pode conferir esse lançamento no dia 23/10, às 19h, na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre/RS, em uma exposição sobre a coleção, no mesmo local, até o dia 11/11, ou, durante a Feira do Livro, na Sessão de autógrafos, que será domingo, 28/10, às 19h.
Os títulos da coleção são:
Branca Cega de Neve, Chapeuzinho da Cadeirinha de Rodas Vermelha, Cinderela sem Pé, O Pequeno Polegar que não conseguia caminhar, Alice no País da Inclusão, A Bela Amolecida, Cócegas na Floresta: João e Maria, João sem Braços e o Pé de Feijão, Pinóquio das Muletinhas, Aladown e a Lâmpada Maravilhosa e O Segredo de Rapunzel.


Maiores informações sobre o lançamento, você encontra no blog da Mil Palavras - Acessibilidade Cultural.
Abraço,
Vanessa.



2 de out de 2012

Filme "The Hammer"

Olá pessoal,

Há algum tempo queria assistir ao filme "The Hammer", e essa semana finalmente consegui! Eu já sabia que o filme contava a história real de Matt Hamill, lutador surdo de UFC, mas claro que eu queria saber como foi a educação dele e como a surdez seria abordada no filme.
Gostei do filme e recomendo por vários motivos! Primeiro, porque o filme não é dramático, não mostra a surdez como um problema intransponível ou como uma doença, mas como uma diferença, um obstáculo que é preciso ser enfrentado, assim como muitos obstáculos que encontramos em nossa vida. Matt sofre sim, durante sua vida, é rejeitado, mas seu avô, um dos principais responsáveis por sua criação, não o deixa nunca se sentir diminuído ou inferior por causa da surdez.
Matt cresce em uma escola de ouvintes e desde pequeno é oralizado (percebam o tipo antigo de aparelho auditivo que ele usava, e como os sons são filtrados pelo aparelho. É interessante e perturbador).
Quando adulto, ele enfim se "encontra" com a comunidade surda, aprende a Língua de Sinais, e se torna um surdo bilíngue, que não abandona o inglês como primeira língua, pois esta é a identidade que ele construiu. A partir daí não vou contar, mas a história é bem legal.
Eu não gosto muito de assistir a filmes de luta, ou a campeonatos na TV, mas agora estou até pensando em assistir a próxima luta do UFC, mas somente quando o Matt Hamill lutar, é claro!


Capa do DVD do filme "The Hammer". Nela há as informações sobre o filme,  em inglês,
e a foto de um lutador vestido com maiô de luta greco-romana, e um juiz erguendo seu braço.



Foto do rosto do ator que representa Matt Hamill no filme, com roupa e acessórios de luta greco-romana, suado e com expressão de cansaço, olhando fixamente para frente.






Ficha técnica do filme:

The Hammer, 2010.

Diretor: Oren Kaplan

Escrito por: Joseph McKelheer, Eben Kostbar

Elenco: Russell Harvard, Raymond J. Barry and Shoshannah Stern | See full cast and crew



Abaixo, compartilho um trailer do filme, mas só encontrei com legendas em inglês:

Alguém já assistiu??? Comentem suas impressões sobre o filme.
Abraço,
Vanessa.