31 de mar de 2012

Site "Meu filho surdo"

Gente, recebo muitos e-mails de mães de surdos, pedindo indicações de cursos, bibliografia.... enfim, tento compartilhar aquilo do pouco que sei, ou encaminho para pessoas que tenho certeza que sabem!
Agora encontrei esse site lindo chamado "Mi hijo sordo: um mundo de respuestas" (Meu filho surdo: um mundo de respostas). O site é em espanhol, mas é muito completo, com muitos recursos, dividido em várias fases do desenvolvimento humano. Vale a pena fazer um esforço para entender espanhol e conhecer mais sobre o site.
http://www.mihijosordo.org/
Pena não ter um site desses em português, né?

30 de mar de 2012

Brinquedos e Deficiência Auditiva


Olá queridos, tudo bem?

Nosso post anterior sobre produtos interessantes sobre LS e Surdez fez tanto sucesso (especialmente os brinquedos) que resolvi fazer um novo post, com outras coisinhas legais que encontrei. Desta vez são dois brinquedos diferentes: um macaquinho com implante coclear (1) e um ursinho de pelúcia que carrega o aparelho auditivo da criança (2).
O macaquinho (1) é um dos brinquedos artesanais que podem ser encomendados neste site e custa 39 dólares. Podem ser encomendados bonecos com diversos tipos de necessidades: próteses, órteses, aparelhos auditivos, tubo de gastrostomia, etc. Também pode-se escolher a estampa do animalzinho. Achei a ideia muito interessante, e pode ser feito facilmente por qualquer pessoa que tenha noções de costura e saiba fazer bonecos de pano.

O Ursinho de pelúcia com a mochila (2) é um modelo que está sendo desenvolvido por uma equipe de estudantes da Rhode Island School of Design e do MIT. Além de usar um aparelho auditivo de brinquedo, o ursinho possui uma mochila onde pode ser carregado os utensílios do aparelho auditivo e as baterias (outra ideia que também podemos adaptar, não é mesmo?)



Macaquinho com implante coclear de brinquedo e Ursinho de pelúcia com aparelho auditivo para crianças.











Outra ideia que também podemos aproveitar (seja na escola ou em casa) é o aparelho auditivo de brinquedo. Muitos amaram a ideia do aparelho auditivo de boneca, que postei aqui. Mas como o produto não é muito acessível, pensei em compartilhar com vocês esse modelo de aparelho que pode ser feito de papelão, por exemplo, conforme o tamanho da orelha onde se quer colocar (seja na da criança ou de uma boneca). Não fica legal também?

Recomendo a quem quiser saber mais sobre brinquedos para crianças com necessidades especiais, que acesse o site Special Needs Toys que traz uma coleção bem variada de vários tipos de brinquedos!
Abração!

28 de mar de 2012

Quero! Compras com temas de Língua de Sinais e Surdez...

Olá queridos,
Hoje o nosso post é bem consumista! Quero mostrar pra vocês algumas coisinhas que eu acho muito fofas e que eu queria muito ter, com temáticas de Línguas de Sinais, Surdez, D.A. De uma forma ou de outra, elas servem também para divulgar a cultura e o mundo dos surdos, que vem despertando o interesse e a curiosidade de muitas pessoas. Minha esperança é que, ao chamar a atenção, a sociedade perceba que precisa tornar nosso mundo mais acessível àqueles que não ouvem, ou não ouvem muito bem, e têm todo o direito de estudar, trabalhar, amar, se divertir, consumir, como bem entenderem....


1. Bolsa de pano da "BORDERS&FRONTIERS" com fotografias do alfabeto em LS. Importada, dá pra comprar no site da ASOS, por 12 libras.
2. Bolsa de pano com os sinais de Libras desenhados, formando mensagens, da "Libras By Soraya". Preço sob consulta no site.
3. Boné branco com o sinal internacional "I Love You" bordado, da "Loja da Libras", por R$ 39,50.
4. Camiseta branca com alfabeto em Libras nas costas, da "R&R Shop", por R$ 18,90.
5. Pingente com o sinal "I love You", prateado, acompanha corrente, da "Loja da Libras", por R$ 29,50.
6. Brinco Mãozinha, prateado, da "Fascinium", por 3 euros.
7. Aparelho auditivo para boneca, por 9 dólares, na Amazon.
8. Barbie Sign Language, que ensina Língua de Sinais, 80 dólares na Amazon.
9. Relógio com os sinais dos números em Libras, em MDF. Preço sob consulta, na Simque.

De todos esses itens, o que eu mais gostei foi o aparelho auditivo de boneca! E você, qual item você quer?
Abraço,
Vanessa.

23 de mar de 2012

Curso: "Introdução ao ensino de LP para Surdos" - 2012/1


Olá pessoal,

É com grande alegria que anuncio que estão abertas as inscrições para o Curso de Extensão: Introdução ao Ensino de Língua Portuguesa para Surdos - 2012/1. É a 5ª edição do curso, em parceria com a UNISINOS, sendo 1 edição presencial e 4 a distância, a partir da solicitação de interessados em diversas localidades do Brasil.
Peço a sua ajuda para divulgar o curso entre aqueles que possam se interessar pelo assunto, especialmente para aqueles que estão começando a se preparar ou pesquisar o tema (por isso ele é apenas uma introdução).
Agora, se você já trabalha/pesquisa sobre o assunto, já é professor de surdos ou tem bastante leituras, ou se você já fez esse curso, programe-se para o segundo semestre, onde vamos oferecer o curso "Ensino de LP para Surdos: tópicos avançados" (2ª edição). Para saber mais, clique aqui.

Abaixo, algumas informações sobre o curso Introdução ao Ensino de Língua Portuguesa para Surdos - 2012/1. Leia com atenção!

Apresentação

O curso é voltando para professores, fonoaudiólogos ou estudantes de licenciatura, e  se propõe a apresentar noções a respeito da disciplina Língua Portuguesa para Surdos e suas especificidades, possibilitando que o participante tenha contato com pesquisas e produção científica recentes na área, além de ter informações a respeito da legislação e abordagens educativas que a contemplam. O curso será realizado na modalidade a distância através de interação na plataforma Moodle (ou seja, o participante realizará o curso através da internet).

Datas: De 14/5/2012 a 23/6/2012, com 30h/aula, pela Plataforma Moodle (100% EAD).

Público de interesseProfessores de Língua Portuguesa e de Educação Infantil; acadêmicos e graduados dos cursos de Letras, Pedagogia, Fonoaudiologia e licenciaturas, bem como acadêmicos de cursos Normal e Magistério.
Datas dos encontros on-line (chats)
Os alunos poderão optar entre 2 grupos de datas:
Grupo 1 -16/5; 30/05 e 20/05, quartas-feiras, das 20h às 21h ou
Grupo 2 - 19/5; 26/5 e 09/06, sábados, das 9h às 10h.

Pré-requisitos
Conhecimento básico de informática, e-mail próprio, acesso à internet e disponibilidade de 4 horas semanais, sendo 3 horas de atividades assíncronas e 1 hora para atividades síncronas, via web conferência, nos horários e dias pré-determinados.

Demais informações
O curso será ministrado pela Professora Vanessa de O. Dagostim Pires (uma das administradoras do blog), cujo perfil está disponível aqui.

Quem quiser conhecer mais sobre a UNISINOS, a instituição que oferece o curso, pode clicar aqui.

Para saber os valores do curso e formas de pagamento, clique aqui.

Tópicos que serão abordados no curso
Educação de surdos: histórico e panorama brasileiro;
Cultura Surda e Língua de Sinais;
Escola Inclusiva, Escola Especial e Escola de surdos;
O que fala a legislação a respeito da Educação de Surdos?
O que é Língua Portuguesa para Surdos (LP/S);
Bilinguismo e aborgadem educativa bilíngue;
Literatura Surda e letramento

Para se matricularclique aqui!

22 de mar de 2012

Curso de Tradutor/Intérprete de LS na ULBRA/RS

Olá pessoal, tudo bem?

Muitas pessoas me perguntam sobre a profissão do intérprete, como se profissionalizar... enfim, para ser um Tradutor e Intérprete de Libras profissional é preciso, primeiramente, uma formação adequada.
A ULBRA/RS está com inscrições abertas para o curso de extensão em TILS. Preste atenção:

Abertas inscrições para Tradutores/Intérpretes de Libras

publicado em29/02/2012 17:11:34

Ops.. A foto não carregou.
A 5ª edição do Curso para Formação de Tradutores/Intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais) na ULBRA Canoas está com inscrições abertas até o dia 10.04. Os candidatos participam de uma entrevista de avaliação e as aulas iniciam dia 05.05, ocorrendo sempre aos sábados, das 9h às 17h.
O coordenador do curso, Vinicius Martins, destaca que é uma oportunidade para pessoas que tenham alguma fluência em Libras e possam obter formação específica para ingressar no mercado de trabalho.
Martins explica que a atividade já foi reconhecida, mas ainda não está regulamentada. Para esta edição algumas disciplinas foram revisadas e readequadas às orientações da legislação que reconhece a atividade ao mercado de trabalho.  
Ele destaca que a procura por profissionais capacitados na área tem aumentado nos últimos tempos. Aproximadamente 80 alunos participaram do curso na ULBRA nos últimos três anos e a estimativa é de que 90% já saem com encaminhamento à vaga de emprego. “Na última semana aconteceram duas contratações para trabalho em instituições de ensino”, comemora. O coordenador lembra que o tradutor/intérprete de Libras, além das instituições de ensino, também pode atuar na televisão, em entidades, empresas e órgãos públicos.
Na ULBRA, os alunos com deficiência, e que precisem do serviço de intermediação cultural (tradutor/intérprete), podem solicitar apoio ao Programa Permanente de Acessibilidade (PPA), no prédio 1. O pedido também pode ser feito através da Central de Atendimento ou nas coordenações dos cursos.

Serviço:
As inscrições podem ser feitas até o dia 10.04 pelos e-mails viniciusmartinsf@gmail.com, coordipesa@ulbra.br ou pelo telefone 3477.9190.
O curso tem duração de 14 meses, com carga horária de 465 horas.
O candidato deve ter conhecimento básico de Libras para poder ingressar no curso.  

16 de mar de 2012

Encontro com a Professora Ana Lodi

Olá pessoal,
Convidamos aqueles que estiverem no Rio Grande do Sul no dia 04/04, para participar de um encontro com a  Profa. Dra. Ana Claudia Balieiro Lodi (USPRP) , no PPGLA (Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada da UNISINOS),  das 17 às 19:00, na sala 3A 108. Ela falará sobre seus estudos voltados à "Educação bilíngue para surdos".
Alguns livros organizados pela
 Profa. Dra. Ana Claudia Balieiro Lodi
Em caso de dúvidas, ou para confirmar presença, escreva para blogvendovozes@gmail.com.

15 de mar de 2012

Entrevista Exclusiva: Vanessa Vidal

Olá pessoal! Bom dia a todos! Lembram que, no último post (aqui) eu havia falado sobre o concurso Miss Surda Brasil? Então, a Vanessa Vidal, Coordenadora do evento, nos concedeu uma entrevista sobre a ideia de promover o concurso, os obstáculos enfrentados e a importância de um concurso como este. Confiram!


1) Como surgiu a ideia de realizar o Miss Surda Brasil?
Vanessa Vidal, no concurso
Miss Deaf Europe 2011
Fonte:
http://talentosurdosbrasil.blogspot.com/2011/07/vanessa-vidal-11-lugar-miss-deaf-world.html
R- A principio a ideia surgiu do presidente do Miss Deaf Europe, Sr. Josef Uhlir, concurso do qual participei em Julho de 2011 Na República Checa/ Praga, ele então achou por bem nomear uma representante para escolher a Miss Surda do Brasil, e eu foi a escolhida, principalmente pela minha experiência em concursos de beleza que já havia participado. Então junto a ideia dele e o nosso interesse em fazer algo pelas mulheres surdas do Brasil, surgiu o tão sonhado Miss Surda Brasil.
2) É a primeira vez que o concurso é realizado no Brasil?
R- Sim, é a primeira de muitas outras edições do Concurso Miss Surda Brasil, esta edição é inédita.  

3) Quais foram as principais dificuldades enfrentadas para organizar o concurso?
R- Em todo projeto que se inicia, existem muitas dificuldades, por exemplo: Na organização, a luta em busca de apoio, patrocínio, trazer as concorrentes de outros estados. Mais graças a Deus conseguimos bons patrocinadores, contamos muito com apoio das associações de surdos de cada estado, enfim uma luta que com certeza vai valer a pena.

4) Qual é a importância de um concurso desses para os surdos e para a sociedade em geral?
R- É muito importante um concurso como este para a comunidade surda, pois é através da divulgação da informação e do conhecimento,que conseguiremos mostrar a sociedade o potencial, inteligência, beleza, o carisma e a cultura das mulheres surdas do Brasil. E é sensibilizando que aos poucos estamos conseguindo a inclusão social.


5) A coordenação do concurso recebeu apoio de entidades públicas ou privadas?R- Recebemos apoio do BNB, Secretaria de Turismo, Senac, Hotel Gran Marquise, Ideal Club, etc

6) Que conselho você dá àquelas meninas que sonham em ser modelo ou miss, e possuem algum tipo de deficiência?
R- A participação das pessoas com deficiência é de grande importância, precisamos mostrar à sociedade que somos capazes, que temos potencial, e precisamos ser reconhecidas e respeitadas.

Contatos da Vanessa Vidal: Site e blog.

Obrigada, Vanessa Vidal, e boa sorte a todas as candidatas e equipe coordenadora!

12 de mar de 2012

Miss Surda Brasil

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje quero falar com vocês sobre um concurso lindo que vai acontecer agora em Março, em Fortaleza, no Ceará: Miss Surda Brasil! Isso mesmo. É um concurso que vai eleger a surda mais linda do Brasil para participar do "Miss Deaf World 2012 (MDW)", o evento mundial da Miss Surda. A organizadora do evento é a lindíssima Vanessa Vidal, que foi Miss Ceará, vice Miss Brasil em 2008 (ver aqui) e participou do Miss Beleza Internacional (ver aqui) no mesmo ano.

Para conhecer as candidatas, clique aqui.
O evento vai acontecer entre 22 e 25 de março, e você pode adquirir ingressos para assistir. Maiores informações podem ser obtidas no site do evento, http://misssurdabrasil.com.br. Também é possível comprar camisetas do evento no site.


Vanessa Vidal
Incentivo todos a acompanharem o concurso, escolherem sua candidata e apoiar essas iniciativas que, além de valorizar a cultura surda, divulga as reivindicações do povo surdo, suas lutas, seus talentos, e colabora para que o mercado de trabalho, em todas as áreas, e a sociedade como um todo, olhe com mais atenção para ele.
Parabéns a toda a equipe e boa sorte às candidatas.
Eu já tenho a minha preferida, e você, qual acha que será a escolhida?

1 de mar de 2012

Vendo (do verbo vender) vozes! E você, compra?

Dia desses estou num aeroporto brasileiro e me reencontro com uma amiga de outras viagens. Aliás, de outras passagens pelo mesmo aeroporto. Eu conheci essa amiga ano passado, no aeroporto: estava eu lendo, esperando minha hora de embarcar, quando ela passou por ali, entregando a todos que aguardavam naquela sala um papelzinho, junto com um chaveirinho alusivo ao Brasil. SOU SURDO (A) SE PUDER ME AJUDAR COMPRE ESSA LEMBRANÇA. R$ 2,00. DEUS O ABENÇÕE. Ahá! Procedeu-se o seguinte diálogo, em Libras, entre eu e ela:

Eu: - Oi, vc é surda?
Ela: - Sim (com cara de surpresa). Oi, vc sabe Libras...
Eu: - Sim...
Ela: - Espera um pouco q já volto... tenho que recolher os outros chaveiros...

Dali um pouco ela voltou. Perguntou-me se eu já tinha almoçado e me convidou para almoçar junto com outros dois (2) outros colegas seus, que também "trabalham" no mesmo aeroporto. Resumo da história: em uma tarde conheci 3 surdos que ganham a vida em cima de sua surdez, num grande aeroporto brasileiro. E mais, eles não ficam com o $$$ da venda dos souvenirs; pelo contrário, são gerenciados por alguém e recebem salário fixo!!! "Aqui é melhor", disse um deles, "aqui a gente não pega chuva, tem ar condicionado... outros tem que trabalhar na rua, em ônibus apertados, nas sinaleiras...".

Geeeente, só esse episódio, sumariamente detalhado, rende um bom de um debate, não?

  1. Eles não tem autorização legal e expressa do aeroporto para venderem ali.
  2. Me contaram que quando são descobertos, algumas vezes, até apanham dos seguranças (mas só dos de boné preto, dos outros não). Parêntesis: Uma das surdas é razoavelmente oralizada, e qdo estava no almoço com eles, um segurança amigo deles pediu pra eu perguntar para ela porque que quando eles pegam ela, ela começa a falar! Ou seja, os caras pensam que é gente se fazendo de surdo!
  3. Usam o argumento da surdez para venderem o souvenir (e ainda por cima super faturado, né? Um chaveirinho desses não deve custar mais de R$0,50 nas lojinhas por aí...). O discurso por trás do bilhetinho é: "Tenha pena de mim, sou surdo, coitadinho, compre e me ajude!".
  4. E complementam com a frase DEUS TE ABENÇÕE. Fala sério, né? A bênção de Deus não tem muito a ver com ajudar ou não ao pobrezinho do surdo, concordam? (Eu de verdade creio em Deus, no seu amor, e nas suas bênçãos sem medidas sobre os que creem no seu Nome, ok? O que quero dizer aqui é que Deus não vai te abençoar pq vc pagou R$2,00. Deus não faz negócio ou barganha com a gente. Ele é Deus, e nos ama incondicionalmente! Deus não depende da tua contribuição para te abençoar. Claro que ele nos ensina a praticarmos as boas obras (veja na Bíblia, em Efésios 2:10), como atitude de quem é grato pela graça e misericórdia dele, e não, repito, como troca/negócio/barganha com Ele! E, outra, será que incentivar eles a continuarem nessa condição, comprando o chaveirinho, seria uma boa obra mesmo? É como dar esmola na sinaleira/semáforo: quanto mais vc der, mais o cara/criança vai continuar ali pedindo, e nunca a vida dele vai mudar!).
Ok, Laura, mas esse episódio aconteceu uma vez na tua vida, coisa rara, vai ver que eles nem tão mais lá...NANANINANÃO, minha gente! Então que "no dia desses" em que reencontrei essa minha amiga, conversamos rapidinho, ela pediu licença pois tinha que ir trabalhar. Comentou que eu estava diferente (fazia alguns meses que eu tinha passado por lá), e comparou com uma foto nossa que tinha em seu celular (sim, gente, eu tirei foto com eles. Eles gostaram de mim, fazer o quê? Haha! Uma coisa é o que eles fazem com suas vozes - vendem-nas! - consciente, ou inconscientemente, e outra coisa é a pessoa deles... acho que são coisas diferentes, ok?).


Tá, mas por falar em celular, o meu que não tem o recurso fotográfico, teria sido muitíssimo útil se o tivesse. Nesse mesmo "dia desses", eis que algumas horas após me despedir da minha amiga, estava eu lá, sentada de novo, lendo uma revista, quando uma outra mulher se aproxima, e larga um papel em cima da minha revista. Ei!? Eu pego, olho pra ela e pergunto: O que que é isso? (referindo-me ao papel). Ela não falou nada, e empurrou o papel na minha direção novamente. OLÁ MEU NOME É FULANA. SOU DEFICIENTE AUDITIVA E PRECISO DE 1 APARELHO AUDITIVO NO VALOR DE R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS). POR FAVOR, ME AJUDE COM R$10,00 OU R$5,00. Em baixo da mensagem em letras garrafais estava assinado: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS SURDOS. Daí tinha uma lista em que vc, que contribuisse, assinava seu nome e o valor. Naquela listinha a mulher já tinha mais de 50 pila. E tinha várias listinhas circulando ali naquela sala. Sei lá por quê, mas me deu uma raiva daquila situação! Dessa vez não fui simpática, não puxei papo, não tirei foto, e até achei que nem surda a mulher fosse! "Que absurdo!", pensei, "nem existe essa tal de associação...". Quando ela voltou para pegar de volta o "papelgranda" caridade, eu olhei bem pra ela e sinalizei: "CONSEGUE APARELHO GRÁTIS". Ela não fez nada, e eu insisti: "SABE LIBRAS???". Daí ela fez um "sei" sinalizado "marromenos", pegou o papel e se mandou dali.

Mas bah, tchê! Quanto surdo explorando (e sendo explorado) nesse aeroporto! Repito: nada contra os surdos em si. Tudo contra a máfia que os gerencia e abusa de sua condição. E que segue manutenindo a imagem do surdo incapaz, coitadinho, descapitalizado social e culturalmente. Como alguém que merece nossa pena e ações caritativas.

E a vida segue, a luta continua, a "voz" do aeroporto orienta a não darem esmolas a pedintes, e eu embarco no meu avião, me questionando se um dia esse país vai decolar de vez.

Laura - a colaboradora (às vezes meio inconformada com as coisas!)