20 de dez de 2012

Curso Educação, Cultura e Acessibilidade: meu relato

Olá queridos,


Agora que o ano está no fim e já consegui concluir alguns de meus compromissos, pretendo atualizar o blog com muitas ideias e novidades, espero que gostem e continuem participando.

Bom, neste post quero fazer um relato de um curso que foi divulgado aqui e no qual eu me inscrevi, apesar de todos os meus outros compromissos, como doutorado, grupo de pesquisa, trabalho, casa, etc... Eu estava muito afim de conversar com outras pessoas, ouvir outras experiências, ler outros autores e foi o que realmente aconteceu. Aprendi tanto com os professores quanto com os colegas, cada um como vivências e expectativas tão distintas, mas que se completaram muito bem. 
O curso foi realizado na UFRGS e foi organizado e ministrado pelo Felipe Leão Mianes e Mariana Baierle Soares, e contou com a participação de vários profissionais e pesquisadores de diferentes áreas da educação e cultura durante nossos encontros (certamente falarei deles em outros posts).
Felipe é historiador, mestre em Educação e doutorando em Educação pela UFRGS. Sempre questionador, sempre provocava que nossas discussões e reflexões fossem além do senso comum, além do que já havia sido dito. Mariana é jornalista e mestre em Letras pela UFRGS. Sempre meiga, atenciosa e super preparada, ela nos fazia enxergar as relações entre os temas que discutíamos com aquilo que já havia sido mencionado, com o que já sabíamos, e pensávamos em novos pontos de vista para os velhos assuntos.
Espero que tudo aquilo que aprendi durante este tempo com eles reflita em minha vida como professora, cidadã e pesquisadora, e que de alguma maneira isso seja perceptível aqui no blog também.
Para quem quiser conhecer mais um pouco dessas duas figuras, os dois possuem blogs. O blog do Felipe se chama "arte, cultura e deficiência visual", e pode ser visitado no endereço http://arteficienciavisual.blogspot.com.br/. O blog da Mariana se chama "Três Gotinhas" (por favor, leiam no blog a explicação para o título, é um máximo!) e pode ser visitado no endereço http://tresgotinhas.com.br.

Na figura acima, foto da turma no último dia de aula (infelizmente algumas colegas faltaram).

Uma das coisas que certamente aprendi durante o curso, foi que para tornar o mundo mais acessível a todos, precisamos ter conhecimento, mas também sensibilidade e boa vontade! Bem, acho que conseguimos provar isso no último dia de aula, quando nós resolvemos dar um cartão de presente para cada professor. Procurei em várias papelarias cartões grandes, que nossos professores (com baixa visão) pudessem ler as nossas mensagens e assinaturas. Os maiores cartões que encontrei eram de namorados, formatura, amor, ou seja, não servia. Os demais tinham o fundo escuro, e certamente nossas letras não se destacariam. Então, resolvemos fazer os nossos próprios cartões acessíveis, com as inicias dos nomes deles na capa, recortadas em cores diferentes, e o interior do cartão em branco. Escrevemos nossas dedicatórias em letras grandes, com pincel atômico preto, para que ficasse bem destacado. Pelo jeito eles adoraram!


Acima, sequência de três fotos. Na primeira, eu (Vanessa) e Mariana, segurando o cartão grande, com fundo preto e letra "M" em cor rosa brilhante; na segunda foto Mariana e Felipe seguram seus cartões, respectivamente (o do Felipe tem fundo preto e letra "F" prateada). Na terceira e última foto, Mariana e Felipe mostram o interior de seus cartões, e eu faço uma pose no meio deles, com meus dedos indicadores apontando para os cartões.

Obrigada professores e colegas pela oportunidade de crescer com vocês. Agradeço, em especial, à colega Márcia e à professora Mariana que compartilharam as fotos exibidas aqui.

2 comentários:

Felipe Mianes disse...

De minha parte muito obrigado pelas generosas palavras. Também aprendemos muito contigo, com tuas experiências, provocações, percepções inteligentes e tantas outras coisas queme fizeram refletir muito. parábens pelo blog e novamente obrigado.
Abraço
Felipe Mianes

Márcia Ilha Marques disse...

Vanessa, somente hoje estou lendo este teu relato, a partir da postagem da Mariana, no Três Gotinhas citando teu texto e colocando o link.
Foi muito rica a nossa troca de experiências mesmo neste curso. Na apresentação dos trabalhos finais percebemos a heterogeneidade de interesses, de práticas profissionais, etc.
Tomara que nos encontremos em outros cursos e atividades.
Um ótimo ano novo pra ti! Abraço!
Márcia