25 de jun de 2012

Curso de Áudio-descrição "Imagens que Falam” em SP


Olá queridos leitores do Vendo Vozes!

Já havíamos falado outras vezes sobre cursos de audiodescrição aqui. Agora quero divulgar um curso que acontecerá na próxima semana, em São Paulo. Anote aí!

Nova Edição do  curso de Áudio-descrição "Imagens que Falam”,  agora em SP.

Obs.: O curso de formação em áudio-descrição “Imagens que Falam” ocorrerá em SP, do dia 02 à 06 de julho de 2012.
 Informações pelos  números: (11) 7895-1127 ou (81) 9997-9339
 Atenção: O curso terá 40 horas e será semipresencial, com vinte horas na primeira semana de julho, e à distância, com mais vinte horas em agosto, apenas para duas turmas, uma de manhã, outra à tarde.
Sejam bem-vindos!


Curso de Tradução Visual com ênfase na áudio-descrição – Imagens que falam

Data: 02 a 06 de julho

Horários: 1ª turma (das 08:30h às 12:30h) 2ª turma (das 14:00h às 18:00h )

Local: Palácio das Convenções do Anhembi (Avenida Olavo Fontoura, 1209, São Paulo – SP)

Inscrições : Por e-mail: contato@iris.org.br  ou limafj.br@gmail.com
Por telefone: (11) 7895-1127 ou (81) 9997.9339 -

Investimento: R$300,00

Forma de pagamento: 50% no ato da inscrição. O restante, podendo ser pago no cartão de crédito, no 1º dia do curso.
Enviar comprovante de depósito para: contato@iris.org.br
constando nome, endereço, telefone e e-mail.
Banco Bradesco 237
- Agência: 1945-3 - Conta Corrente: 101.400-5
Titular: Instituto IRIS
Razão Social: Instituto IRIS - de Responsabilidade e Inclusão Social Entidade
CNPJ: 05.295.189/0001-00
Modalidade: semipresencial, com exercícios em ambiente virtual, preparado  para curso de áudio-descrição e com acessibilidade às pessoas cegas ou com baixa visão.

Curso de Tradução Visual com ênfase na áudio-descrição – Imagens que falam

O Instituto IRIS - De Responsabilidade e Inclusão Social (http://www.iris.org.br/quemsomos.asp) traz, pela primeira vez, a São Paulo, o curso de Tradução Visual com Ênfase na áudio-descrição “Imagens que falam”, ministrado pelo professor Dr. Francisco Lima da Universidade Federal de Pernambuco, único formador de áudio-descritores diplomado, em dois anos consecutivos, pelo Audio Description Project (ADP), nos Estados Unidos (2010 e 2011).
Professor Francisco Lima é autor de vários artigos no campo da áudio-descrição, editor chefe da Revista Brasileira de Tradução Visual (www.rbtv.associadosdainclusao.com.br) e docente da disciplina de áudio-descrição no curso de Rádio, TV e Internet da UFPE. Pesquisador na área da produção e reconhecimento de imagens hápticas pela pessoa com deficiência visual, desde 1996, Dr. Francisco Lima já palestrou no Brasil e nos Estados Unidos, berço da áudio-descrição, em diversos eventos, inclusive no encontro internacional de formadores de áudio-descritores, ocorrido em Phoenix, USA, em julho de 2010.
Recentemente, mais um de seus orientandos defendeu dissertação no campo da áudio-descrição no teatro. Marcadas pelo estudo e pela investigação científica pioneiras, as contribuições do professor Dr. Francisco Lima para a área da áudio-descrição vão muito além de ensinar a áudio-descrição aplicada aos eventos fílmicos e teatrais, abarcando o ensino dessa técnica de tradução visual aos eventos estáticos e dinâmicos nos materiais didáticos, nos materiais museológicos, tanto quanto os que estão disponíveis nos simpósios, conferências ou em salas de aula, apresentados por professores ou estudantes.”


Objetivo do curso:
Geral- Dar a conhecer o que é Áudio-descrição, divulgar sua aplicabilidade e sua potencialidade na educação, no trabalho e no lazer, como recurso de acessibilidade comunicacional para as pessoas com deficiência, principalmente para as pessoas cegas ou com baixa visão.
Específico- Formar áudio-descritores capazes de produzir traduções visuais de eventos dinâmicos e/ou estáticos, com requinte e qualidade áudio-descritiva, mediante o entendimento de que a áudio-descrição é um recurso de tecnologia assistiva empoderativo e não paternalista ou de subestimação da capacidade da pessoa com deficiência em compreender os eventos fílmicos, teatrais e outros.

A QUEM SE DESTINA
Profissionais e estudantes de comunicação, das áreas de artes em geral e das áreas de cênicas e plásticas, de turismo e museus, das áreas de RH, Psicologia, Engenharia e Arquitetura, que se interessem pela acessibilidade da pessoa com deficiência; Diretores e Produtores de peças teatrais; Autores de livros; Promotores de eventos culturais e educacionais, bem como todos os que se interessem por teatro, cinema, fotografia e televisão; Professores e alunos de Letras com ênfase em tradução; Educadores em geral e pessoas com deficiência visual.

Pré-requisitos:
Ensino médio completo (no mínimo); bom conhecimento da língua portuguesa padrão.


INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O CURSO
No curso “Imagens que Falam” os formandos do curso de áudio-descrição terão a oportunidade de produzir e mostrar seus trabalhos, discutir suas escolhas tradutórias e divulgar, com o que produziu no curso, a áudio-descrição no meio acadêmico e leigo, já que esta área do conhecimento é nova na Universidade, tanto quanto fora dela.
O curso de introdução à áudio-descrição  “Imagens que falam” será ministrado em 40 horas, com 20 horas presenciais e 20 horas à distância, e contará com ambiente virtual para exercícios e tutoria;
          Os alunos terão acesso ao ambiente moodle (adequadamente preparado com acessibilidade, segundo orientações da W3C, e em acordo com a legislação brasileira), para o estudo da áudio-descrição.
          No ambiente moodle estarão disponíveis todos os materiais a serem usados nas aulas. Assim, materiais de fundamentação teórica,  slides, vídeos e  outros arquivos, usados no curso, serão antecipadamente colocados no moodle, para o acesso e uso simultâneo dos alunos.
          As aulas, podcasts e outros materiais, eventualmente utilizados,  também serão disponibilizados nomoodle, para o estudo de todos.
          Os tutores e o professor executor do curso se revezarão na interação  com os estudantes, pelo moodle, através das ferramentas interpessoais de interação educacional, disponíveis nesse ambiente.
          As aulas à distância, quando necessário,  serão transmitidas ao vivo pelo sistema de conferência Eluminate, especializado para esse fim. Atividades específicas (tarefas) serão solicitadas para os alunos, os quais deverão respondê-las nos prazos pré-determinados.
          A avaliação será graduada, de uma a cinco estrelas, sendo considerado aprovado aquele que obtiver três ou mais estrelas. Será recomendado, para trabalhos com áudio-descrição, o aluno que obtiver cinco estrelas. 
          Terá a graduação máxima aquele que, na avaliação do professor responsável pelo curso, obtiver êxito de 90 a 100% nas atividades propostas.
A aprovação mínima será de 3 estrelas. Quantitativa e qualitativamente, a participação  do estudante, seja no ambiente virtual, seja no presencial, será  consideravelmente valorada.
Como parte da metodologia de estudo, serão apresentados diversos trabalhos com áudio-descrição, os quais serão discutidos/analisados à luz das mais reconhecidas diretrizes de áudio-descrição, aquelas que ensinam os maiores formadores de áudio-descrição de todos os tempos: Gregory Frazier , Margarette e Cody Pfanstiehl, Jesse Minkert e Joel Snyder, entre outros.
Obs.: Os participantes receberão certificado.

APRESENTAÇÃO
Visando a responder às exigências legais e buscando suprir as lacunas deixadas pelas barreiras comunicacionais enfrentadas pelas pessoas com deficiência visual, o curso de áudio-descrição, “Imagens que Falam” é, em si, a própria construção de uma via para divulgação da áudio-descrição no Brasil. Inicialmente, este curso foi ministrado, presencialmente, no Centro de Estudos Inclusivos (CEI/UFPE) e depois, tomou o país, por meio do ensino à distância, o que fez do curso o primeiro nessa modalidade.
Mas, o que se pode esperar de um curso de Tradução Visual, com ênfase na Áudio-descrição?
No curso “Imagens que falam” os participantes entrarão em contato não só com os conhecimentos voltados à descrição de filmes, peças teatrais, conteúdos televisivos e outros, mas também com os constructos que permitem a descrição de figuras, fotos e outras configurações bidimensionais, eventualmente encontradas em apresentações como slides ou transparências, em seminários, congressos e afins, ou, tão somente, em sala de aula, nos livros didáticos dos alunos.
Neste curso, os participantes aprenderão que a áudio-descrição consiste na identificação e elocução de elementos visuais essenciais à compreensão e apreciação das imagens presentes nas obras teatrais, cinematográficas, televisivas, literárias, jornalísticas, científicas, artístico-culturais, entre outras, destinadas, principalmente, às pessoas com deficiência visual, com dislexia, pessoas analfabetas, ou que não saibam o idioma em que um filme ou programa está sendo exibido.
O foco do curso de áudio-descrição “Imagens que Falam” é oferecer ao áudio-descritor ferramentas para tornar o mundo das imagens acessível àqueles que não as podem ver, tornando tais imagens significativas, portanto, igualmente relevantes para as pessoas com deficiência visual, tanto quanto para os indivíduos que enxergam.
O conceito que sustenta o curso é o de que na áudio-descrição, as imagens devem falar aos sujeitos que não as veem (com a mesma magnitude e beleza), por meio da voz ou da escrita do áudio-descritor.
A áudio-descrição faz parte do campo da Tradução Visual e é produzida segundo diretrizes técnicas pré-estabelecidas, dentre as quais a da oferta de narração dos elementos visualmente observados, nos intervalos/pausas entre as falas dos personagens.
Como uma importante ação de responsabilidade social, a áudio-descrição se adequa às exigências legais como a Lei 10.098/2000 e ao Decreto 5.296/2004, entre outros dispositivos legais, o Decreto 6949/09, por exemplo, que visam à acessibilidade comunicacional às pessoas com deficiência visual, tanto no lazer quanto na educação e no trabalho, por exemplo, num treinamento/capacitação oferecido aos empregados de uma empresa.
Os Áudio-descritores formados pelo “Curso de Tradução Visual com Ênfase na Áudio-descrição Imagens que Falam” são preparados para produzir roteiros de áudio-descrição para gravação em cinema, teatro ou televisão, bem como para fazer áudio-descrição simultânea nesses ambientes e outros, como em museus, mostras de arte, congressos, conferências etc.

MAIS INFORMAÇÕES
Por telefone: (11) 7895-1127 ou (81) 9997.9339 –
Visite:

Nenhum comentário: