3 de mai de 2012

Chamada para audiência pública sobre educação de surdos- FENEIS/RS


Oi gente!

Hoje quero compartilhar um recado importante, a pedido da Ana Paula Jung, tradutora e intérprete de Libras, professora de surdos, e militante da causa surda, atuante no Movimento Surdo em Defesa da Educação e da Cultura Surda.

No dia 04/06/2012, das 8h às 12h, a Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia estará promovendo um amplo debate sobre a temática da Educação Bilíngue para Surdos no RS, no Auditório Dante Barone.



É importante que todos os interessados estejam presentes, e se informem sobre esta audiência.
Você pode se informar na página do Facebook que reúne vídeos, informações, combinados e outros estão sendo compartilhados.

Abaixo divulgamos o ofício enviado pela FENEIS/RS para as escolas de surdos e instituições, explicando sobre o evento e convidando todos a participarem!


CONTEÚDO DO OFÍCIO CIRCULAR DA FENEIS/RS

Caríssimas Equipes Diretivas e Pedagógicas das Escolas de Surdos e das Escolas Regulares que possuem Classes de Surdos em funcionamento no Rio Grande do Sul

                Ao cumprimentá-los cordialmente, vimos por meio deste, compartilhar uma informação da mais alta relevância para o futuro da educação de surdos em nosso estado. Na data de 04 de junho de 2012, a Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul realizará uma grande Audiência Pública para tratar da temática da Educação de Surdos, principalmente frente aos novos modelos de inclusão de alunos surdos no ensino regular e às propostas do Movimento Surdo em Defesa da Educação e da Cultura Surda da FENEIS Nacional, que está desde 2011 reivindicando espaço de fala na defesa das Escolas e Classes Bilíngues para Surdos. A referida Audiência Pública acontecerá no Auditório Dante Barone da Assembléia Legislativa, com início marcado para as 8h e término às 12h.
                A FENEIS Nacional e suas Regionais, articulada com a Comunidade Surda Brasileira, vem propondo diferentes ações relacionadas a esta temática, especialmente frente a atual política da educação especial na perspectiva da educação inclusiva, com vias a tornar públicas pesquisas de grande relevância e que tem comprovado o elevado grau de eficiência das escolas e classes bilíngues para surdos, quando comparadas aos resultados apontados por alunos surdos incluídos em escolas regulares, denominadas de “inclusivas”.
Neste cenário, a FENEIS/RS, entidade que vem assumindo, desde a década de noventa, um papel de protagonismo frente à luta na defesa dos direitos dos surdos gaúchos, renova o compromisso expresso através de seus ideais ao atuar ativamente na disseminação das informações correlatas a esta temática, tão atual e que carece de ampla discussão e conhecimento por parte do poder público e da sociedade civil, que em grande parte desconhecem a realidade, as demandas e necessidades da pessoa surda.
Assim, pelo trabalho incansável de lideranças surdas e ouvintes de nosso estado, conquistamos este importante espaço de fala, onde o principal objetivo da FENEIS e do Movimento Surdo Gaúcho é o de pressionar a Assembléia Legislativa para a criação de um Grupo de Trabalho, para encaminhar as políticas públicas voltadas ao atendimento educacional dos alunos surdos, tanto na rede pública quanto na rede privada, abrindo um espaço formal de debate para a futura consolidação de garantias legais.
Graças à efetiva participação de lideranças gaúchas, muito se tem avançado inclusive em nível nacional. Exemplo disso fora a conquista advinda com a publicação do Decreto Nº 7.611, de 17 de novembro de 2011, que em seu texto prevê a coexistência de escolas regulares e escolas especializadas, bem como, em seu parágrafo 2o , aponta claramente que “No caso dos estudantes surdos e com deficiência auditiva serão observadas as diretrizes e princípios dispostos no Decreto no 5.626, de 22 de dezembro de 2005, abrindo um enorme precedente para que a Educação Bilíngue em Escolas e Classes Específicas seja garantida na forma da Lei.
Além desta vitória, a inclusão da temática, bem como a necessária adequação textual para garantir Libras como 1ª Língua e Língua Portuguesa escrita como 2ª Língua no Relatório Final do PNE – Plano Nacional de Educação, apresentado pelo Deputado Angelo Vanhoni no dia 24/04/2012 em Brasília, na presença de surdos e ouvintes apoiadores de todos os estados brasileiros, é mais uma prova de que a mobilização coletiva é a única maneira de fortalecer o Movimento Surdo e garantir direitos fundamentais, como o direito à educação em escolas de surdos.
A PRESENÇA MACIÇA DAS COMUNIDADES SURDAS ESCOLARES FAZ-SE FUNDAMENTAL NESTE MOMENTO, POIS LUTAMOS PELO MESMO OBJETIVO PRINCIPAL: OFERECER AS MELHORES CONDIÇÕES AOS ALUNOS SURDOS, NAS ESCOLAS E CLASSES DE SURDOS.
No “Facebook” foi criado um grupo fechado, para organizar a confecção de camisetas, faixas, “mãos azuis”, entre outros, mobilizando educadores, pais, alunos e professores surdos para fazer-se presentes no dia 04/6, CUJA SOLICITAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO É LIVRE, BASTA PROCURAR POR: “Educação Bilíngue para Surdos no RS – NÓS APOIAMOS!”
Dúvidas e sugestões também podem ser encaminhados por e-mail para Ana Paula Jung, uma das organizadoras do Movimento Surdo no RS, através do e-mail jung.ana@gmail.com ou pelo telefone 054 8110-8546, bem como contato direto com a FENEIS/RS.
Certos de sua especial atenção a este pedido, despedimo-nos cordialmente, no aguardo de seu pronto retorno.
Atenciosamente,
Francisco Eduardo Coelho da Rocha
Diretor FENEIS Regional RS







Para
Equipes Diretivas e Pedagógicas das Escolas que atendem alunos surdos no Rio Grande do Sul
Estado do Rio Grande do Sul

Abaixo, vídeo com a divulgação da audiência.

Nenhum comentário: