27 de jan de 2011

Língua de sinais para bebês

Olá pessoal! Vocês sabiam que alguns pais (ouvintes) estão optando por ensinar língua de sinais para seus bebês ouvintes? A ideia é que o bebê aprenda alguns sinais básicos, como papai, mamãe, alimentos, água, sede, para poder se comunicar antes de adquirir a linguagem oral (período pré-verbal). Assim, o bebê pode se comunicar, controlar sua frustração e desenvolver mais cedo suas habilidades linguísticas. Como a língua de sinais é utilizada juntamente com a língua oral, não há nenhum prejuízo para a aquisição da língua oral da criança.
Existem alguns sites com informações a respeito, além de livros e DVDs que podem ser comprados com lições para os pais ensinarem os seus filhos bebês as línguas de sinais. O recomendável é que se comece a ensinar aos 6 meses de idade, e é normal que a criança demore alguns meses para produzir seus primeiros sinais (embora eu não veja problema de começar antes, assim como a fala, quanto mais interação com seu bebê, melhor!)
A revista CRESCER fez uma matéria sobre o assunto, entrevistou especialistas (com opiniões divididas) e mostra um videozinho com uma dessas lições. Segundo a fonoaudióloga entrevistada, Izabella Santos Nogueira de Andrade "Não faz sentido aprender uma linguagem que logo será substituída pela oral”, o que eu discordo, pois a língua de sinais é uma língua real (e não linguagem), com status de língua e utilizada por muitas pessoas, logo, por que não? Por que a criança não poderá continuar aprendendo sinais depois de adquirir a língua oral?
No filme "Entrando numa fria maior ainda" o personagem de Robert de Niro ensina o neto a se comunicar assim!
No site Signing wiht yout baby você pode ter mais informações sobre o assunto.
O exemplo mais legal e fofo que eu encontrei desse método foi da menina Fireese, do canal do Youtube My Smart Hands. Neste canal, há diversos videos da menina ao longo de seu crescimento, antes do 1° ano de idade, aos 2, interagindo em ambas as línguas com a mãe dela (ASL e inglês), e aos 2 anos e meio, já lendo e escrevendo as primeiras palavras! 

Abaixo, o vídeo da menininha ainda bebê, interagindo com a mãe (muito lindo!)



E você, o que achou? Ensinaria a língua de sinais para seu bebê?
Abraço,
Vanessa.

3 comentários:

Patrícia disse...

A três anos aprendi e uso a lingua de sinais, interpretando na Igreja da qual faço parte, inclusive quando engravidei da minha filha continuei interpretando, hoje ela tem um ano e três meses e tem um vocabulário de 30 palavras em português, e em LIBRAS também amei esse vídeo e vou continuar ensinando, e posteriormen vou documentar em vídeo.
Patrícia

repdasgurias disse...

Em tempos em que tanto se discute escola inclusiva, seria fantástico que crianças ouvintes soubessem um mínimo de lingua de sinais para acolher uma criança surda. A linguagem se forma nas relações sociais e uma criança ouvinte desenvolverá a linguagem oral independente do sinal. Achei o vídeo um exemplo.

Linguagem de Sinais para Bebês disse...

Olá,

Achei seu blog pesquisando no Google. Se for ajudar, deixo aqui o link do site que criamos, justamente para que a Linguagem de Sinais para Bebês deixe de ser um mito no Brasil. O site contém vídeos gratuitos para ensinar os sinais aos pais.

Abraço, LSB

http://www.linguagemdesinaisparabebes.com.br/