25 de abr de 2010

X Encontro de Escolas de Surdos do RS

Olá pessoal
Acontecerá, entre os dias 25 e 26 de junho de 2010 o X Encontro de Escolas de Surdos do RS, no Instituto de Educação de Novo Hamburgo (RS).
O encontro contará com palestras, oficinas e relatos de práticas de ensino.
Para divulgar maiores informações sobre o evento, a comissão organizadora, cuja coordenadora é Ana Paula Jung, diretora e coordenadora pedagógica da E.E.E. Keli Meise Machado, de Novo Hamburgo, criou um blog onde pode-se encontrar o endereço, informações sobre as oficinas, palestras, etc, no site: http://xeesrs.blogspot.com/.
Quem puder, com certeza deve participar, é uma ótima oportunidade de troca de experiências, conhecer profissionais com interesses em comum na área de educação de surdos, intérpretes, educadores e pesquisadores...
Pretendo participar, com certeza, e trazer notícias do evento para o blog.

24 de abr de 2010

Curso de capacitação para professores em educação especial/Surdez - LASALLE

Educação Especial/ Surdez


Capacitação de Professores em Educação Especial/ Surdez



Objetivo

Capacitar professores em Educação Especial para atender alunos com Necessidade Educativas Especiais na área da Surdez, possibilitando sua inclusão na escola regular.

Público-Alvo
Professores que atuam ou desejam atuar na área da Educação Especial/ Surdez, acadêmicos e demais interessados com o Ensino Médio completo.

Programação
* Linguística Aplicada à Língua de Sinais;
* Educação de Surdos: Aspectos Históricos e Antropológicos;
* Dinâmica de Grupo e Integração: aluno surdo e ouvinte;
* Psicologia do Surdo e Dinâmica Familiar;
* Fundamentos da estrutura e função do sistema auditivo;
* Desenvolvimento humano, aprendizagem e necessidades especiais da criança surda;
* Políticas públicas e gestão de processos e práticas educativas na área da surdez (visão geral);
* Língua Brasileira de Sinais I;
* Pré-Alfabetização/ Alfabetização e Letramento de Crianças Surdas;
* Gestão de Processos e Práticas de Ensino e Aprendizagem na Área da Surdez: Ensino Fundamental e Ensino Médio;
* Educação Física: Ed. Infantil no Ensino Fundamental e Ensino Médio;
* Oficina de Expressão Corporal;
* Arte Surda na Educação;
* Língua Brasileira de Sinais II;
* Informática de Alunos Surdos;
* Língua Brasileira de Sinais III;
* Currículo e Projeto Político Pedagógico na Diversidade;
* Avaliação;
* Adaptação Curricular Individualizada (ACI);
* Temporalidade individualizada;

Carga-Horária
360 h

Realização
* De 15 de maio a 11 de dezembro de 2010 e primeiro semestre de 2011.
Encontro somente aos sábados, semanalmente.
* Horário: 8h10min às 12h e das 13h às 16h20min
* Sala: 814 – prédio 1 (sujeita a alterações)

Investimento
À vista: R$ 1.725,00 (um mil e setecentos e vinte e cinco reais)
À prazo: 01 + 14 parcelas de R$ 115,00 (cento e quinze reais)
Forma de pagamento: dinheiro, boleto, cheque de pessoa física ou cartão de débito.

Certificado
Será fornecido certificado a todos os que obtiverem, no mínimo, 75% de frequência.

CURSO VÁLIDO COMO ATIVIDADE COMPLEMENTAR
VAGAS LIMITADAS
Inscrições até o dia 11 de maio diretamente no Setor de Protocolo - Saguão do Prédio I
* O Unilasalle se reserva o direito de somente oferecer esse curso com, no mínimo, 16 inscritos. Caso a oferta não se concretize, os valores já pagos serão devolvidos.


13 de abr de 2010

Entrevista exclusiva: Pâmela Isis.


Olá pessoal, tudo bem?
Como estou participando do I Seminário Respeitando e conhecendo a LIBRAS, em Santarém, no Pará, juntamente com a intérprete Pâmela Isis, consegui entrevistá-la para nosso Blog, e tenho certeza que vocês vão gostar muito da entrevista, assim como eu!
Obrigada, Pâmela, pelo seu carinho e dedicação conosco e pela concessão da entrevista.
(Na foto, à esquerda eu, e à direita, a Intérprete Pâmela, nos preparando para a abertura do I Seminário Respeitando e Conhecendo a LIBRAS - IESPES - Santarém, PA).

Sobre a entrevistada

Pâmela Isis Mota tem 21 anos, é paulista e é intérprete de LIBRAS da Rede Vida de Televisão, e graduanda de Pedagogia da UNILAGO.


Olá, Pâmela, é uma alegria para nós sua entrevista para o Blog Vendo Vozes.

Pergunta 1: Como foi seu ingresso no mundo dos surdos?

Resposta: Quando eu tinha aproximadamente 16 anos, fiz um curso de administração no Senac, e dentro do currículo do curso havia uma disciplina de LIBRAS. Foi meu primeiro contato efetivo com a LIBRAS e com os surdos, e me encantei. Mas era apenas um semestre, e sem contato com surdos eu fui esquecendo, embora o interesse continuava. Alguns anos depois, eu estava em uma missa em minha paróquia, e vi alguns surdos participando da missa com uma intérprete. Aquilo mexeu muito comigo, e ardeu em meu coração. Depois da missa, fui conversar com aqueles surdos, e comecei a conviver com eles e aprender mais. Logo fui convidada a participar interpretando as missas como voluntária, e comecei a fazer parte da Pastoral dos Surdos. Depois de cinco anos trabalhando como voluntária, fui convidada a ser intérprete da Rede Vida de Televisão, e estou trabalhando lá há um ano e oito meses.


Pergunta 2: Qual foi seu maior desafio no início da carreira de intérprete?

Resposta: Foram muitos os desafios. Um deles foi a sensação de estar sozinha, pois nem sempre os outros intérpretes auxiliavam. Também havia a vergonha de me expressar, das expressões faciais e corporais. Com o tempo, percebi que isso era primordial na profissão, e era necessário desenvolver mais essas habilidades.

Pergunta 3: Como é o trabalho da Pastoral dos Surdos? Como você contribui?

Resposta: O primeiro objetivo é a evangelização dos surdos, com a interpretação das missas e ensino bíblico. Além disso, possuimos um centro de estudos que alfabetiza surdos que não sabem ler, encaminham para o mercado de trabalho, damos atendimento psicopedagógico e fonoaudiológico gratuito. A Pastoral dos Surdos é coordenada pela Professora Psicopedagoga Leonor Bernardes Neves. Até hoje sou voluntária da pastoral, e interpreto as missas aos domingos, e auxilio na parte democrática.

Pergunta 4: Para quem quiser receber atendimento da Pastoral ou ser voluntário, como deve proceder?

R: A pessoa interessada pode acessar o site nacional da Pastoral, http://www.effata.org.br/, e lá procurar informações e localizar a paróquia mais próxima que tenha esse trabalho.

Pergunta 5: Na sua opinião, qual a principal característica que deve ter um intérprete, e qual ele não deve ter?

Resposta: Ele não pode ser uma pessoa tímida, mas ter desenvoltura e ser ousado. Também não pode ser orgulhoso, ou ter uma “síndrome de estrelismo”, usando a língua de sinais e os surdos como escada para sua promoção pessoal.

Pergunta 6: O que uma pessoa que quer ser intérprete profissional deve fazer?

Resposta: Primeiro passo, procurar um curso de LIBRAS, de preferência com um instrutor surdo; desenvolver a sua expressão corporal e facial, mesmo que seja treinando em frente a um espelho. E ter convivência com a comunidade surda, porque a teoria nunca vai substituir a experiência.

Pergunta 7: Qual a postura que o intérprete deve ter para seu trabalho não ser confundido com caridade?

Resposta: Ele deve deixar bem claro que é um profissional como qualquer outro. Assim como um médico, por exemplo, ele ajuda as pessoas, mas é um profissional. Também precisa entender que o surdo não precisa do intérprete o tempo todo, ele tem seu modo de vida, e precisa ser independente.


Pergunta 8: Quais são seus projetos para seu futuro profissional?

Resposta: Prentendo continuar estudando e me aprofundando na língua de sinais, para ser professora alfabetizadora de surdos.

Pergunta 9: Como é o seu trabalho como intérprete na TV? Quais as diferenças entre interpretar na televisão e em eventos?

Resposta: Na televisão, temos um espaço menor na tela, é uma construção de espaço menor, você construir a sua interpretação em LS naquele pequeno espaço, ou não será visto e entendido. Quando você interprete na televisão, em rede nacional, você pode utilizar uma variação maior de sinais, pode englobar vários regionalismos. Já em eventos, você precisa saber qual é o público, qual variação de LS você deverá utilizar. Além disso, em eventos você interage com os surdos, na televisão não, você não tem um retorno imediato sobre seu trabalho, não há essa interação.


Pergunta 10: Como os interessados podem entrar em contato com você e ter acesso à seus trabalhos e projetos?

Resposta: Meu e-mail é mel_libras@yahoo.com.br, e também tenho um perfil no orkut (Pâmela Isis) e Twitter, no twitter.com/PamelaLibras. Assistam a missa na Rede Vida de Televisão, de segunda a sexta às 19h10, aos sábados, às 15h, e aos domingos às 8h da manhã, ao vivo.


Por favor, deixe uma mensagem para os leitores do Blog Vendo Vozes....

Gostaria de ressaltar que a LIBRAS é uma língua acessível a todos, não é um bicho-de-sete-cabeças, e todas as pessoas deveriam aprender pelo menos um pouco sobre ela.Muito obrigada, Pâmela, pelo seu tempo e atenção conosco. É uma grande alegria poder divulgar seu trabalho e contar com sua colaboração em nosso Blog Vendo Vozes.



10 de abr de 2010

I Seminário sobre Educação & Surdez em Luís Eduardo Magalhães BA

Olá pessoal!
Semana cheia de eventos sobre Educação de Surdos no país. Para quem estiver na Bahia, tem o I Seminário sobre Educação & Surdez em Luís Eduardo Magalhães - BA nos dias 13,14 e 15 de Abril.
Hora: 08:00
Local: Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira

I Seminário sobre Educação & Surdez em Luís Eduardo Magalhães - BA

A Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira - FAAHF, por meio do colegiado de Letras, convida as pessoas que lidam direta ou indiretamente com a pessoa surda para participarem do I Seminário sobre Educação & Surdez em Luís Eduardo Magalhães/BA.
O referido seminário seguirá o cronograma abaixo:

1º DIA (13/abr)
8h / 9h ABERTURA
09h / 09h50' Palestra A - Políticas Públicas Educacionais

INTERVALO
10h10' / 11h Palestra B - Legislação e Contexto Social e Familiar
11h / 11h50' Palestra C - Prevenção e Diagnóstico da Surdez
INTERVALO
14h / 14h50' Palestra D - Aspectos Fonoaudiológicos no Trabalho realizado com a Pessoa Surda
14h50' / 15h40' Palestra E - A Importância da LIBRAS no Contexto Escolar, Social e Familiar
INTERVALO
16h / 16h50' Palestra F - Qualificação e Encaminhamento Profissional
16h50 / 17h30' - ESPAÇO ABERTO
2º DIA (14/abr)
08h / 08h50' Palestra G - Arte Educação para a pessoa surda
08h50' / 09h40' Palestra H - Educação Infantil
INTERVALO
10h / 10h50' Palestra I - Língua Portuguesa no Ensino Fundamental - Anos Iniciais
10h50' / 11h40' Palestra J - Ensino Noturno - Anos Iniciais

INTERVALO

14h / 17h
INTERVALO de 15h20' às 15h40'
Oficinas A, B, C, D, E e F à escolha dos participantes
3º DIA (15/abr)
09h / 12h
INTERVALO - de 10h20' às 10h40'
Oficinas A, B, C, G, H, I e J à escolha dos participantes
INTERVALO
14h / 17h
INTERVALO - de 15h20' às 15h40'
Oficinas D, E, F, G, H, I e J à escolha dos participantes
Para maiores informações entrem em contato conosco através do e.mail: coordenacaoletras@faahf.edu.br ou do telefone 77-3628-9900.
Salientamos que o número de vagas para as oficinas é limitado.
Site: http://www.faahf.edu.br/#/evento/30/
Participem!
Depois quero saber notícias do evento!

2 de abr de 2010

Seminário: Respeitando e compreendendo a Língua Brasileira de Sinais (IESPES/ PA)


Olá pessoal
Quero divulgar um evento do qual estarei participando agora em Abril na IESPES (Instituto Esperança de Ensino Superior) em Santarém, oeste do Pará! Peço a todos que divulguem, se possível!

Será um Seminário intitulado: Respeitando e compreendendo a Língua Brasileira de Sinais - Atando as pontas dos fios da comunicação, entre os dias 12 e 13 de abril de 2010.

Justificativa
A LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) é a segunda língua utilizada no Brasil sendo superada apenas pela desinformação que gera preconceitos e fortifica estigmas que marcaram (marcam) penosamente a história da cultura surda. Percebendo que o processo de inclusão social caminha as passos lentos, da falta de informação que forma opiniões e ocasionalmente entraves, das dificuldades de permanência e principalmente da garantia de aprendizagem dos alunos surdos surgiu o Seminário “Respeitando e Compreendendo a Língua Brasileira de Sinais: Atando as pontas dos fios da comunicação.” Assim, se faz importante instigar debates, fomentar a sede pelo conhecimento, desmascarar os mitos que segregam e criam a ilusão da hegemonia num contexto tão heterogêneo.
Objetivos:
Geral: Divulgar e promover o processo de inclusão com ênfase no ensino superior.
Específicos:
  • Debater a questão do ensino de Língua Portuguesa para surdos;
  • Investigar a importância do intérprete de LIBRAS;
  • Incentivar o docente a pesquisar e a inovar as práticas pedagógicas
Programação:

Segunda-Feira 12/04/2010
MANHÃ E TARDE (Oficina)
08:00h às 11:30h: Oficina de LIBRAS
14:00h às 17:30h: Oficina de LIBRAS

NOITE
19h: Abertura Oficial do Evento
19:30h às 21:00h : “O Ensino de Língua Portuguesa para surdos – Professora Msc. Vanessa Dagostim.

21h às 22h: Ser intérprete: Conhecendo a profissão através da experiência – Pâmela Isis – Intérprete de LIBRAS da Rede Vida de Televisão – São Paulo

Terça-Feira 13/04/2010

MANHÃ (Oficina)
08:00h às 11:30h: Dicas de como ser um bom intérprete – Pâmela Isis – Intérprete de LIBRAS – SÃO PAULO

NOITE
19h às 20:30h : Cultura e Literatura Surda – Professora Msc. Vanessa Dagostim
20:30h às 21:30h: Mesa redonda com representantes de Instituições de Ensino Superior.
21:30h: Encerramento do evento .

INSCRIÇÕES
Instituto Esperança de Ensino Superior – IESPES - Fone: (93) 3529-1760
Alunas do 3º Semestre do Curso de Pedagogia.
INVESTIMENTO:
Palestras: Profissional (R$ 35,00) e estudante (R$ 20,00)
Oficinas: R$ 20,00
Maiores informações: (93) 9138-1926 (falar com a Prof.ª Simone Lorena)

Participe e divulgue!