18 de set de 2008

A Saúde do Surdo


Como deve ser viver em um mundo onde quase ninguém compreende sua língua? Onde você precisa de um intérprete para poder estudar, exigir seus direitos, poder cumprir seus deveres, e, muitas vezes, para poder executar algumas tarefas simples no dia-a-dia. E para ir a um psicólogo, a um médico?

Enquanto profissionais da área da saúde não se atentarem para uma palavra chamada "acessibilidade", a saúde de milhares de surdos estará comprometida. Mas graças a Deus, alguns profissionais já têm se preocupado com a saúde desses indivíduos.

Duas profissionais da área da Enfermagem realizaram um estudo chamado: AS NECESSIDADES DE SAÚDE NO MUNDO DO SILÊNCIO: UM DIÁLOGO COM OS SURDOS.

Abaixo, o resumo:

RESUMO: Trata-se de um estudo qualitativo com o objetivo de analisar as necessidades de saúde do surdo. Categorias emergentes: Necessidades de saúde Extrínsecas e Intrínsecas. A primeira relaciona-se aos aspectos educativos ou informativos sobre temas específicos de saúde, por necessidade de esclarecimento ou por curiosidade; a segunda, à comunicação, como a grande barreira no acesso dos surdos aos serviços de saúde e a discriminação no tratamento efetuado pelos profissionais. Afirmaram a necessidade de um intérprete de Libras ou profissionais de saúde que os compreendessem e fossem sensíveis quanto à integralidade e humanização. Concluímos que há necessidade de criar estratégias e políticas de saúde que visem a consolidar um pólo comum incluindo o cidadão surdo, garantindo um cuidado inclusivo, qualificado e eficaz. DESCRITORES: Pesquisa qualitativa; Educação em saúde; Estudos da linguagem.


Para acessar o artigo, [CLIQUE AQUI].


Estamos à disposição para divulgar outros estudos e assuntos relacionados a este tema.

Abraços!

Nenhum comentário: